#9 A experiência do cliente como principal alavanca de crescimento

Entrevista com Bruno van Enck, dono da Corleone

“Faça algo que será mantido por gerações.”

Bruno van Enck começou a trabalhar aos 12 anos de idade e hoje é fundador e dono da Barbearia Corleone, uma das mais tradicionais e conhecidas barbearias do Brasil. Aprenda nesse bate papo como Bruno conseguiu fazer com que seu negócio crescesse de forma orgânica, indo de 1 a 7 unidades dentro de um período de 5 anos.

“ Experiência é aquilo que você não percebe, mas te faz sentir bem.”

“Viva e trabalhe no seu negócio. Veja seus clientes e converse com sua equipe.”

“Devemos saber delegar e investir em tecnologia.”

História: A familia de Bruno trabalha com restaurantes há 4 gerações e ele começou a trabalhar com o pai aos 12 anos, em um restaurante alemão. Sua paixão sempre foi atender o cliente corpo a corpo.

Primeiro negócio: Aos 24 anos abriu uma empresa que entregava chopp para bares, restaurantes, festas e eventos, mas logo decidiu que queria criar um negócio que “venda comida e bebida, que seja na zona sul, mas que não seja apenas um bar e restaurante.” A partir daí surge a ideia da Barbearia.

Barbearia Corleone

  • Barbearia que vende chopp, cerveja e almoço. 
  • Primeira unidade foi inaugurada em julho de 2014 com 3 barbeiros.
  • Hoje são 7 unidades com mais de 60 barbeiros

“Uma grande característica do bom vendedor/empresário é de captar as mudanças de maneira muito rápida e entender o que seu público está pedindo vs aquilo que você está oferecendo e se adaptar o mais rápido possível.”

  • Não houve business plan. Foi totalmente orgânico.
  • “Quem não tem recurso, tem que ser no feeling.”

Foco total na barbearia

  • “Já no início deu pra perceber que seria necessário adicionar mais cadeiras em vez de muitos sofás e espaço para as pessoas socializarem.”
  • “Parei de focar nas cervejas, tirei alguns sofás e poltronas e adicionei mais cadeiras de barber.”
  • Estudo do mercado da barbearia.

A comunicação direta com o cliente é levada a sério e faz parte da cultura da empresa, há uma preocupação clara com a experiência que o cliente está tendo. 

“Foque sua equipe na experiência do cliente.”

“A experiência te faz ver erros de longe.”

“Pessoas importam mais que números, principalmente se os clientes voltam em um curto espaço de tempo.”

Experiência na Corleone

  • Serviço de qualidade
  • Segurança
  • Conforto
  • Limpeza
  • Lazer

“ Experiência é aquilo que você não percebe, mas te faz sentir bem.”

Visão:

“Não é possível conhecer uma pessoa realmente e criar afeto por meio de formulários.”

“A era digital não substitui a relação entre pessoas.”

Escalabilidade:

  • “A ferramenta de NPS sou eu na loja conversando com os clientes.”
  • Como a barbearia ganha escala: o jeito de tratar os clientes. Os funcionários entendem que é a cultura da empresa e replicam isso sem ser de um jeito forçado.
  • O atendimento é homogêneo entre todas as unidades.
  • “Não sou amigo da minha brigada, sou comandante deles.”

Fator de crescimento:

  • Errar rápido e aprender mais rápido ainda.
  • Quando não se tem pessoas para se espelhar, surgem oportunidades de inovação.
  • Investimento no estudo de Branding.
  • Boom de redes sociais despertando o desejo das pessoas: fotos de carros, motos cafe racer e cerveja, despertando o desejo da experiência e não apenas a necessidade de um corte de cabelo.
  • Experiência amarrada à marca.

Dicas para empreendedores começarem a olhar para o Growth:

  • “Viva e trabalhe no seu negócio. Veja seus clientes e converse com sua equipe.”
  • Não dá para crescer a sua empresa apenas olhando para números.
  • Alguém tem que representar e ser a cara da sua empresa, nem que seja apenas um avatar.
  • “Todos sabem quem é Steve Jobs mas nem todos sabem quem é o CEO atual da Apple.”
  • “Faça algo que será mantido por gerações.”
  • Maior ferramenta de auxílio de crescimento: uso da tecnologia me ajuda a lembrar das histórias dos clientes para poder me conectar com eles e aproximá-los. 

Burnout:

Em 2017, Bruno teve problemas de saúde e acabou levando tudo como aprendizado. Percebeu que havia sacrificado sua saúde para se conectar com clientes. Ao mudar totalmente seu estilo de vida, notou a grande melhora na sua produtividade no trabalho.

“Trabalhar muito é bom, mas é preciso controlar para não afetar a sua saúde e sua família.”

“Não existe uma real história de sucesso sem uma grande carga horária de trabalho.”

“Devemos saber delegar e investir em tecnologia.”

“Eu sacrifiquei minha saúde para me conectar com meus clientes.”

“Quando comecei a me preocupar com lazer e relaxar, minha produtividade no trabalho aumentou muito.”

Dicas do Bruno:

Instagram: @brunovanenck

Ouvir entrevista com Rogério Salume, da Wine, no Deep Growth

Ouvir entrevista com Bruno van Enck, da Corleone, no Deep Growth

Ouvir entrevista com Bruno Van Enck, da Corleone, no Deep Growth

Ouvir entrevista com Bruno van Enck, da Barbearia Corleone, no Deep Growth

>> Mais episódios
>> Aproveite SEMrush com teste gratuito estendido
>> Super Coffee com 15% off: use o cupom DGPODCAST

Quer se conectar com a gente?

Mineiro no Instagram: https://www.instagram.com/gabrielcmineiro/
Tahi no Instagram: https://www.instagram.com/tahidegmont/